• White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon

© 2020 Todos os direitos reservados a O Cantinho da Mamã

  • Ana Ramalho

A maternidade trouxe-me medos bobos


A maternidade trouxe-me medos bobos. Medos até então nunca vividos. Medos que não sabia existirem. Medos que vão para além de mim. Medo por mim. Medo por ela. Por vezes, dou por mim a contemplá-la. Maravilhada! Toda ela é vida. A crescer a um ritmo estonteante. E vejo como a vida passa rápido. Já não é o meu bebé dantes. É um bebé a preparar-se para explorar a vastidão do mundo. Então, sou invadida por uma onda de medos, de incertezas, de inquietações. Uma onda? É mais um tsunami, que com toda a sua ferocidade devasta toda a minha tranquilidade e traz ao cimo todas as minhas fragilidades e preocupações. Dou por mim a reviver os meus dias nesta nova aventura. E a questionar-me se serei sou uma boa mãe? Acho que é a pergunta que desinquieta qualquer mãe. A questão que não quer calar e eco no íntimo de qualquer uma. As expectativas são altas e o medo de falhar perante aquele pequeno ser ainda maiores. Um pequeno ser que muito pouco pede mas que tanto precisa de mim. E tenho medo de não ter sido suficiente. Já não peço mais. Será que estive suficientemente presente? Será que a apoiei em todas as suas primeiras vezes? Será que me doei o suficiente? Será dei o meu colo, o meu amor, o meu tempo vezes suficientes? Será? E por um tempo, que parece ser sempre longo demais, permaneço embrulhada nesse conflito interno. Então, como se percebesse a luta que vai dentro de mim ela chama a minha atenção com aqueles gritinhos que me enchem o coração e sorri para mim e o meu mundo pára. E todas as dúvidas se diluem. Elas estão lá e sempre estarão. Mas nada tem mais importância que aquele bebé a sorrir e a levantar os pequenos bracinhos em sinal de pedido de colo.

#desabafo #maternidadereal #maternar #sermãe

10 visualizações
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon