• White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon

© 2020 Todos os direitos reservados a O Cantinho da Mamã

  • Ana Ramalho

Como escolher o protector solar adequado para o seu filho


A indústria da cosmética está em constante desenvolvimento e todos os anos, mal irrompem os primeiros raios de sol, somos bombardeados com novos protectores solares e/ou gamas inovadoras e actualizadas. A oferta é grande, há para todos os gostos e para todos os tipos de pele. Uns se destacam pelo FPS (factor de protecção solar), outros pela protecção oferecida contra os raios UVB e UVA e outros pela sua composição (podendo ser químicos ou minerais), entre outras características. O uso de protector solar diariamente é de extrema importância, por isso, adquirir um bom produto e que respeite as necessidades e características da pele de cada um é fundamental. As crianças têm uma pele muito sensível e são mais vulneráveis às radiações solares, tendo isso em mente aquando da escolha do creme para estes, devemos seguir algumas orientações.

1. Os bebés com idade inferior a seis meses devem evitar a exposição solar directa. Mas, no caso em que tal não seja possível, novas directrizes, aconselham a que se utilize protector solar mesmo nessas crianças. Mas deve sempre recorrer ao aconselhamento do pediatra que acompanha o seu bebé. O protector solar é desaconselhado em bebés com menos de seis meses, pois a pele ainda não consegue eliminar as substâncias químicas existentes nos produtos de maneira eficiente.

2.  Uma característica gritante representada na embalagem é o factor de protecção solar (FPS). Mas poucas pessoas sabem o que realmente isso significa em termos práticos. Os especialistas recomendam a utilização de produtos, em crianças, com um FPS mínimo de 30. O factor de protecção solar define o tempo durante o qual a pele fica protegida contra os raios solares. Por exemplo, se a pele demorar 10 minutos a sofrer os efeitos do sol, então, ao usar um produto com FPS 30, esse tempo passará a 300 minutos. Considera-se uma pele protegida, aquela que exposta ao sol não apresenta sinais como vermelhidão ou queimaduras. Vale a pena, ainda, ressaltar que a protecção oferecida pelo FPS tende a diminuir ao longo do tempo e com a quantidade de banhos.

3. Se acha que ao comprar um produto com FPS alto está protegido de todos os raios UV, engana-se. O FPS mede a protecção contra os raios UVB, que sãos os que atingem as camadas mais superficiais e causam as queimaduras solares. Por isso, deve procurar um produto que ofereça protecção contra UVB e UVA. Os raios UVA atingem a camada mais profunda e provocam o envelhecimento das células da epiderme, consequentemente, manchas e rugas. A exposição a este tipo de raios, ao longo do tempo, pode, para além, de danificar a pele, aumentar as chances de aparecimento de cancro da pele. Quando um produto oferece também protecção com os raios UVA deve constar na embalagem a sigla dentro de um círculo.

4. Devemos também ter em atenção a resistência à água. Existem no mercado produtos conotados como water resistant (resistem até 40 minutos) ou very water resistant (perduram até 80 minutos). Os banhos, o contacto com a areia e, até, o suor desgastam a camada de creme, portanto, deve-se replicar o produto de 2 em 2 horas.

5. Dar preferência aos filtros físicos ou minerais, pois criam uma barreira física, que actua como espelho reflectindo os raios solares ultravioletas e a radiação infravermelho. Este tipo de creme é composto por minerais como o dióxido de titânio e o óxido de zinco, e por não conter químicos na sua composição são os mais aconselhados para crianças com idade inferior a 2 anos e para grávidas. Ao contrário dos filtros físicos, o efeito destes é imediato e mais duradouro.

Aqui em baixo, deixo uma listinha com os cremes que usamos aqui em casa, tanto em adultos como no bebé (não há nada melhor do que praticidade, certo?).

1. Avène creme mineral FPS 50+

É um creme de textura fluída e não gordurosa, por isso é fácil de aplicar. As propriedades antioxidantes na sua fórmula reforçam e hidratam as primeiras camadas de pele. Pode ser utilizado por qualquer tipo de pele, mesmo para peles oleosas, por ser "não comedogénico". Assegura uma protecção de largo espectro UV. É um produto muito duradouro e é 100% mineral. Não tem perfume, nem parabenos e é hipoalergénico.

2. Uriage 1 Creme Mineral Bebé FPS 50+

Este creme oferece uma protecção Anti-UV de alta segurança apenas com filtros minerais, ao mesmo tempo que mantêm a hidratação da pele. Contem na sua fórmula, ainda, Vitamina C estabilizada e Vitamina E para uma acção antiradicalar. Previne o envelhecimento precoce da pele. Apresenta uma textura fácil de aplicar. Não deixa a pele opaca nem manchas na roupa. Não tem álcool, nem parabenos na sua composição. Indicado para peles sensível e reactivas.

3. ISDIN Fusion Fluid Mineral BabyPediatrics SPF 50+

Creme 100% mineral formulado especificamente para a pele do bebé. A sua fórmula suave é apta para peles atópicas. Pode ser utilizado a partir dos 0 meses. Textura fácil de espalhar, com acabamento mate e sem brilho. Oferece uma protecção alta contra os raios ultravioleta. É de rápida absorção e de duração prolongada, resistindo aos banhos e à fricção. Hipoalergénico.  O produto é, ainda, biodegradável, por isso super amigável para o meio ambiente.

#protectorsolar #protectorsolarmineral #cuidadoscomapele #cuidadoscombebésecrianças

26 visualizações
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon